quarta-feira, abril 28, 2010

CLUBE DO POVO


O amigo Sancho viu esta foto e fez a seguinte indagação: "Quando é que nos tornamos um país de frescos?! Olhem aí, pura festa. O resultado é o de menos. O ir ao estádio bastava em si mesmo. O adversário fazia parte do programa.". E olha que o Sancho é gremista dos quatro costados.

.

A realidade é que o futebol se elitizou e isso pode ser notado, com tranquilidade, no pátio dos estádios. No tempo desta foto, o torcedor de baixa renda ficava rondando pelo patio do Beira-Rio, duas ou tres horas antes do jogo, puxando conversa com os demais e solicitando ajuda para pagar o ingresso na coreia (para quem não conhece, a coreia era o setor popular em que o torcedor assistia aos jogos em pé, ali embaixo da social e da geral)... Mas não era esse pedinte dos dias atuais, o pedinte da cachaça ou do crack... Era um pedinte que conhecia a história do Internacional e que a tinha ajudado a construir... Muitos deles eram trabalhadores que colocaram a mão na massa para erguer o Gigante. Havia uma solidariedade incrivel no patio do Beira-Rio nessa época.

.
Saudades desse tempo; muitas saudades de subsidiar uma coreia para um irmão colorado.
.

Saudacoes rubras, Portinho.
.
ps. depois que fechei a postagem o amigo Bered lembrou-me de um jogo marcante da importância da coreia e dos coreanos. era 1990, ou 91, a duas rodadas do final do campeonato nacional estávamos na zona do rebaixamento. veio um jogo contra a Portuguesa e nosso time estava em frangalhos. o público no Gigante foi de aproximadamente 20 mil colorados, dos quais 15 mil estavam na coreia. de fato, foi marcante meu amigo Bered! o barulho que a coreia fez no Beira-Rio neste jogo nunca mais foi repetido...

Um comentário:

Eduardo disse...

Eu faço 26 anos esse ano e cheguei a pegar o tempo da coréia, lugar que freqüentei muito! Um fato importante da coréia assim como em 90-91, foram os torcedores que não abandonaram o clube naquela dramática campanha de 99 (os anos 90 foram terríveis)! Assim como muitos torcedores, na época eu estava desempregado, mas sempre reservava 5 Reais para ir ao jogo de coréia e apoiar o time quando ele mais precisava! Pra mim o coreano era a imagem do torcedor que amava seu clube acima de tudo! Saudades da coréia e dos anos 90 em si, quando o povo era mais gentil com o seu semelhante...