quarta-feira, fevereiro 21, 2007

BUKOWSKI II

"and as my grey hands
drop a last desperate pen
in some cheap room
they will find me there
and never know
my name
my meaning
nor the treasure
of my escape"

2 comentários:

Edmar disse...

Grande Porto,

Vi o link do teu blog no blog do Sancho, e já encontro essa pérola de meu escrityor favorito, o velho Chinaski. Gosto muito desse poema, que li pela primeira vez na biografia do "dirty old man".

Abraços.

lcportinho disse...

Pois é, meu caro Edmar, Bukowski é coisa muito nossa mesmo! Valeu pelo prestígio ao blog, entra sempre e deixa teus comentários. abraço, Porto.